10 de out de 2011

Escola da Juventude 2011

 Ao longo da história da Pastoral da Juventude sempre se ouviu falar no protagonismo juvenil, que permeia os espaços de formação, encontros e eventos da juventude. São jovens evangelizando outros jovens, com o intuito de ser uma “Boa Notícia”, dentro de uma proposta viva, que renove e esteja encarnada na vida da juventude. No Vicariato de Gravataí a ESCOJU sempre teve a missão de ir ao encontro das realidades juvenis, dando suporte e assessoria a fim de contribuir na formação continuada dos jovens das bases para um compromisso de transformação pessoal e comunitária.  Neste ano de dois mil e onze, a Escola da Juventude comemorou uma década de história e história que gera vida em abundância (Jo 10,10). Tantas pessoas passaram por ela, tantos jovens e adultos construíram caminhos de formação e fizeram missão. Animados por Jesus Cristo e sua proposta simples, real e transformadora, mergulhamos diversas vezes nas marés altas e baixas do ser PJ, e hoje, celebramos em meio às juventudes da cidade de Alvorada, nossa missão profética de ser “fermento na massa”. 


A ESCOJU 2011 quis conhecer a vida de Jesus Cristo encarnada na realidade de seu povo. Um Cristo próximo da gente, que tem dúvidas, chora, tem amigos e é humilde de coração. Nesse sentido que na 1ª etapa, os jovens vivenciaram a Mística de Belém, aprofundando o estudo sobre o nascimento de Jesus e o nascimento da fé de cada um, fazendo o exercício de olhar para seu interior e descobrir suas potencialidades. Tudo isso dentro de uma proposta dinâmica, orante, profunda... A inspiração da 1ª etapa foi em Jesus que foi humano como nós, que “cresceu em sabedoria e tamanho” (Lc 2, 52) e, ainda hoje, nos convida a olharmos nossa historia pessoal e aderir a seu projeto de vida. Na 2ª etapa, a vivência foi a partir das Bodas de Caná (Jo 2,1-11), lugar do início da missão de Jesus onde realizou seu primeiro sinal. A reflexão das Bodas de Caná provocou os jovens a se tornarem “vinho novo” na vida de outros jovens. Já na 3ª etapa todos “desceram” para Cafarnaum (Jo 2,12), lugar onde Jesus escolheu para centralizar sua missionariedade, no caminho que ele percorreu ensinando nas sinagogas (Mc 1,21) e no meio do povo. Assim é o grupo de jovens, ali começa a missão de cada um. Foi na terceira etapa que podemos aprofundar o que é ser grupo de jovens, Pastoral da Juventude e ter a real dimensão da missão que estamos envolvidos!



A sociedade em que vivemos é cheia de conflitos e de resurgimento de vida nova a cada dia, assim foi a 4ª etapa na mística de Jerusalém, nos dias 23, 24 e 25 de setembro, em Alvorada. A partir de uma realidade conflituosa veio o desafio da ação, de fazer missão a favor da vida da juventude, em comunhão com a Campanha Contra a violência e extermínio de jovens. Pintura de muros, celebrações com os grupos de jovens locais, gestos de solidariedade junto às pastorais sociais que culminaram com uma marcha pelas ruas da comunidade. O ato chamou a atenção das pessoas que paravam para ver aqueles jovens tão corajosos e ousados, e, que após realizarem a marcha em silêncio, cantaram com alegria e convicção “NÓS SOMOS PASTORAL DA JUVENTUDE”.





Nenhum comentário:

Postar um comentário