24 de abr de 2013

O Protagonismo...


Deus é O protagonista. Ele está à frente de tudo o que existe. Ele é extremamente criativo. Cria, cria, cria... AINDA HOJE. Ele é o que quer salvar. O prazer de Deus é salvar. Ele é alguém de imenso prazer envolvido em salvar. Ele é o libertador de todos os males. Ele acaba com todas as rupturas que nós em nossa falsa auto suficiência estabelecemos. Desde toda a história os homens e mulheres afirmamos as rupturas. Há três fundamentais: “Em outras palavras, o grande pecado é uma ofensa contra si mesmo, cometida por renunciar ao dom de Deus e, portanto, é também uma ofensa a Deus. Por outro lado, o relacionamento social se torna extremamente conflituoso: quando pessoas auto-suficientes se encontram, elas partem para a competição, a exploração, a opressão, numa palavra, para a violência mútua” (Storniolo, Ivo e Balancin, Euclides; O livro do Gênesis, p 22).

Deus fez o homem e a mulher à sua imagem e semelhança (Gn 1,27). Todo homem, toda mulher. Mesmo os que não creem em Deus foram pensados por Deus. Assim nós, os que cremos em Deus, professamos. Mas ser imagem e semelhança não é nossa propriedade, dos que crêem. Nós somos iguais a todos. Somos fundamentalmente iguais. Não existe alguém mais ou alguém menos.

Você só realizará o projeto de Deus quando for parecido com Ele. Você será parecido/a com Ele quando for criativo/a ao extremo. Quando for procurar salvar até a última esperança. Aí você encontrará o sabor da verdadeira realização. Você será parecido/a com Deus. Isto é ser protagonista, como Deus.

Para ser protagonista você não precisa pedir licença para ninguém. Ninguém poderá te proibir para ser parecido/a com Deus. E você será parecido/a com Deus mesmo não se dando conta. Mas você vai percebendo que o prazer de viver para os outros ninguém poderá tirar de você.

Ser protagonista é ter o prazer de viver. E você não quer ter prazer de viver? Mas que burro que você é!
Não consegue? Procure ajuda. Há todo um povo voltado a fazer isto: ajudar! Este Povo de Deus é especialista nisso! Pode crer e confiar. Se for Povo que Deus convocou então pode confiar. Se for criação apenas de algumas pessoas iluminada então não!

Serviço de Animação Bíblica do Vicariato de Gravataí

3 de abr de 2013

A Revelação


Bento XVI escreveu que o Logos é a comunicação de Deus. Deus é, por isso, Comunicação. Ele precisa se comunicar. O Universo comunica Deus. A História comunica Deus. Os profetas comunicam Deus. Jesus de Nazaré é a Comunicação mais perfeita de Deus. Você, por ser imagem de Deus, é Comunicação. Você não faz acontecer comunicação pela palavra, gestos, atitudes. Você é a comunicação. Isto quer dizer que você só se realiza bem quando comunica. O que é isso? Você foi projetado por Deus, nos diz a bíblia. Quando realiza o projeto de vida de Deus você estará comunicando. Você ser imagem e semelhança de Deus foi projeto de Deus.

O que isto significa completamente? Não sei. Há um segredo de vida aí escondido que precisa ser perseguido. Persiga! Vale a pena. Imagina você conhecer bem o projeto a seu respeito! E a revelação é isto. Deus quer se comunicar para falar e fazer-se entender o que Ele pretende de nós. Ele quer que a nossa vida já aqui na terra seja cheia de sentido. E vida cheia de sentido é uma vida salva!

Acontecem coisas na História em que a gente percebe Deus querendo se comunicar. A Igreja fala de “sinais dos tempos”. Penso que o Papa Francisco é um dos sinais de Deus para nós. Agora, temos este Francisco que manifesta um Deus terno, amigo, próximo da gente, bem simples.

A ciência está mostrando cada vez mais os segredos de Deus presentes no Universo. É preciso procurar estes segredos para entender cada vez mais Deus. Ele mostra pela ciência quem Ele é. Procuremos Deus pela ciência!


Animação Bíblica do Vicariato de Gravataí

16 de mar de 2013

Papa Francisco



"Há um problema, eu disse outras vezes: a tentação da clericalização. Nós, os padres, tendemos a clericalizar os leigos. Não nos damos conta, mas é como contagiá-los com o nosso estilo. E os leigos, não todos, mas muitos, nos pedem de joelhos para clericalizá-los, porque é mais cômodo ser coroinha do que ser protagonista de um caminho leigo. Não podemos cair nessa armadilha, é uma cumplicidade pecadora. Nem clericalizar, nem pedir para ser clericalizado. O leigo é leigo e tem que viver como leigo com a força do batismo, que o habilita para ser fermento do amor de Deus na própria sociedade, para criar e semear esperança, para proclamar a fé, não de cima de um púlpito, mas a partir da vida cotidiana. E carregando a sua cruz de cada dia, como todo mundo. E a cruz do leigo, não a do padre. A do padre, o padre que carregue, que Deus deu ombro suficiente para o padre carregá-la."

Francisco, Bispo de Roma.


Quer ler mais, clique aqui.

Somos Igreja Jovem: 40 anos construindo a Civilização do Amor!


O que a memória amou, ficou eterno (Adelia Prado).

Em 1973, 40 anos atrás, a Pastoral da Juventude dava sinais das suas primeiras articulações em nível nacional. Neste mesmo ano, aconteceu o 1º Encontro Nacional da Pastoral da Juventude, com o objetivo de reunir e partilhar experiências com grupos de jovens nas comunidades de várias regiões brasileiras, e, dessa forma, construir a Pastoral da Juventude do Brasil. E assim começa uma história de muitas lutas, utopias, amizades, formação e mística. Igreja, assessores, jovens protagonistas, que acreditavam e continuam acreditando no Projeto de Jesus, desde o início da caminhada da PJ têm a opção preferencial pelos jovens e pelos pobres e há 40 vêm construindo a Civilização do Amor. 

Foto: Tiago Gerff

Para celebrar essa história e reafirmar a identidade da Pastoral da Juventude e sua opção pela evangelização a partir dos grupos de jovens, aconteceu nos dias 9 e 10 de março, na cidade de São Leopoldo, na rede de comunidades São João Batista, um seminário de abertura do ano celebrativo.  O encontro foi pensado pela Coordenação Nacional da Pastoral da Juventude, juntamente com a Comissão Nacional de Assessores. Os jovens da Diocese de Novo Hamburgo também foram parceiros na organização. 

Na tarde do sábado os jovens – cerca de 250 – de vários rostos e lugares começaram a chegar ao local do encontro, sendo acolhidos com muita alegria em uma escola próxima à paróquia. Na oportunidade, Dom Antônio Carlos Altieri, Arcebispo de Passo fundo e referencial da juventude no Regional Sul 3 da CNBB, compareceu para deixar sua mensagem à juventude, falando sobre a importância de termos a coragem para assumirmos o Projeto de Jesus. Padre Hilário Dick também acolheu e foi acolhido pelos jovens. Oficinas formativas, lúdicas e culturais finalizaram a tarde do sábado.

No sábado à noite, a juventude participou com a comunidade de uma missa presidida por Dom Sinesio Bonh, para celebrar e rezar os 40 anos de caminhada. A presença da comunidade significou a atuação que a PJ tem nesses espaços de base, onde estão os grupos de jovens. Foi um momento de agradecer a Deus por tanta vida gerada na caminhada da PJ. Na celebração, também foi lançado o Selo Comemorativo, uma bonita figura, contendo elementos que representam a identidade da PJ, a sua história e o seu presente. Depois da celebração, aconteceu uma bonita festa, onde o grupo tradicionalista Sepé Tiaraju, da comunidade, fez sua apresentação, e a juventude pode dançar e expressar sua felicidade.



O seminário teve continuidade na manhã do domingo, onde o nome dos grupos de base foram partilhados durante a recordação da vida.   Na composição da mesa, a jovem Josieli Lazzarotto, da Arquidiocese de Passo Fundo, Dom Sinésio, Pe. Hilário e Thiesco Crisóstomo, Secretário Nacional da PJ, foram convidados a partilhar suas experiências com a Pastoral da Juventude, desde o seu nascimento até os seus atuais desafios na evangelização da juventude.

Assim foi a abertura do ano comemorativo aos 40 anos de articulação da PJ no Brasil. A esperança de que a PJ continuará lutando pela vida da juventude, organizada em grupos de jovens, nas comunidades de base, criando laços fraternos e sonhando e construindo a Civilização do Amor com protagonismo juvenil, pôde ser sentida em cada jovem que estava lá. 

Muita vida aconteceu ao longo da história da PJ, um caminho já trilhado por muitas pessoas, e que hoje nós também estamos construindo e vivendo! 

Abençoados e abençoadas através das palavras de D. Sinésio, seguimos para o solo sagrado das nossas dioceses: “A Pastoral da Juventude do Brasil está abençoada!”

Josieli Lazzarotto
PJ Arquidiocese de Passo Fundo,
pela Coordenação Regional da PJ

Encontro de Coordenadores


A juventude se encontra para planejar e celebrar a sua vida e a de tantos outros jovens! Foi assim que iniciou oficialmente o ano para todos os grupos de base do Vicariato, no Encontro de Coordenadores que aconteceu dia 09 de março, em Alvorada. Diversos coordenadores de grupos puderam se reencontrar e partilhar como foi este retorno e as novas alegrias e dificuldades deste ano que se inicia. Todos em sintonia com os 40 anos da Pastoral da Juventude no Brasil, pudemos iniciar nossas articulações enquanto grupos de jovens da PJ no Vicariato.